sábado, 6 de junho de 2009

NINA ROSA

Hoje entrei com o cão no elevador. Uma mulher levava duas gaiolas com canários no chão. Prendi o cão com força mas ele não tirava os olhos famintos de cima dos bichos. Ele não latiu. Mas eu podia sentir no rosnar da gargana dele e na tensão da coleira que ele tinha fome de canário. Tinha, aliás, certeza de que a qualquer momento conseguiria pega-los. Queria ter fome de vida assim. Mesmo presa saber que a felicidade está ao alcance de um salto.

Marcadores:

2 Comentários:

Blogger tássia disse...

vai lá, nina!
arranca o pedaço!
isso é puro instinto

7.6.09  
Anonymous Anônimo disse...

E quem disse que vc não tem fome de viver!!!! Bj

22.6.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial












A chic é Rosana
Não usa pretinho
pra não dar pinta





Denis
coluna tranqüila
e coração ereto






Tássia
pin up e lambe-lambe
Lambe cria






Dorotéia
só escreve em italic







Paula Bolzan






Nívea Bona
Marca compasso
Vem pro abraço






Marina Victal
Mineira apresenta armas
Espada em punho








Melhores de 2008
Em 2009 eu vou...
Melhores de 2009
Em 2010 eu vou...
Melhores de 2010
Em 2011 eu vou...
Melhores de 2011
Em 2012 eu vou...
Melhores de 2012
Em 2013 eu vou...
Enviado Divino
Meu Primeiro Professor









    I Clichê


    II Clichê


    III Clichê


    IV Clichê


    V Clichê


    VI Clichê




      Assinar
      Postagens [Atom]