sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

2013: da dor e do amor

2013 está findando e somente hoje ouvi uma explicação, talvez plausível, para explicar o quanto ele tem sido difícil. Acontece que ele é o ano do rebote, da ressaca. Como o mundo não acabou, como tanto se falou e esperou em 2012, o ano seguinte, ele, acumulou todas as mazelas e pragas.
E foi um ano de perdas pesadas...muitas. Aqui foram 235 num único dia de janeiro...e prosseguiram, somaram 242 ao longo do ano. Queridos se foram. Os que nos são íntimos, e outros, aqueles que são próximos de todos, do mundo.  Definitivamente, 2013 é o ano da dor. Da dor que não passa. Mas é também o ano da amorosidade, da gentileza, do inusitado que faz bem para a alma. E é quando eu agradeço aos amigos e amigas que tornam esse período suportável e mais leve, porque estão ali, presentes. São como flores que embelezam o mais rude e rústico lugar. Obrigada!

3 Comentários:

Blogger Paula Bolzan disse...

Um ano longo, sentido.. não sei dizer muito..

14.12.13  
Blogger Denis disse...

Vc tem razão. E á vai ele...

20.12.13  
Blogger Helaisse Magarinos de Souza Leao disse...

Esse sentimento , essa experiência de 2013 foi vivenciado por muitos !
Obrigada , vc descreveu com beleza esse difícil ano .

29.1.14  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial












A chic é Rosana
Não usa pretinho
pra não dar pinta





Denis
coluna tranqüila
e coração ereto






Tássia
pin up e lambe-lambe
Lambe cria






Dorotéia
só escreve em italic







Paula Bolzan






Nívea Bona
Marca compasso
Vem pro abraço






Marina Victal
Mineira apresenta armas
Espada em punho








Melhores de 2008
Em 2009 eu vou...
Melhores de 2009
Em 2010 eu vou...
Melhores de 2010
Em 2011 eu vou...
Melhores de 2011
Em 2012 eu vou...
Melhores de 2012
Em 2013 eu vou...
Enviado Divino
Meu Primeiro Professor









    I Clichê


    II Clichê


    III Clichê


    IV Clichê


    V Clichê


    VI Clichê




      Assinar
      Postagens [Atom]