domingo, 26 de julho de 2009

908 Coisa de cinema

Estou prestes a escrever um filme: DOMINGO no Porto. Da Barra, é claro. Duvido que atualmente exista algo mais cinematográfico em Salvador. Mas a história não pode ser baseada em qualquer dia da semana. A pequena extensão de areia, banhada com água calma, que vai do Farol ao Forte de Santa Maria é espetacular especialmente aos domingos. Ali, justamente onde desembarcou Tomé de Sousa, o primeiro governador-geral do Brasil há alguns séculos. Quer dizer. Na verdade, vai ser um documentário. Nada de atriz profissional, figurante, maquiagem, figurino. Vamos levar para a película a vida exatamente como ela é. Basta tecer vários recortes da realidade, se aproximar daquela gente de carne e osso (mais carne do que osso) que todo domingo está ali, na praia mais querida de Salvador. Ouvir as histórias (tem cada uma que até o Diabo duvida) e capturar os flagrantes da mais pura baianidade nagô. O show é garantido. Aliás, a quantidade de gente é i n a c r e d i t á v e l. A maioria pretos, outros quase pretos, e vários pretíssimos. Um ou outro turista branquelo desavisado. É a minha Bahia. E ninguém fala de câncer de pele, efeito estufa, insolação. Tome-lhe oléo de urucum para bronzear (ou seria esturricar?) a pele. Ninguém fala de infecção alimentar. Tome-lhe geladinho colorido feito com água de nãoseionde, queijinho com salmonela assado na hora e muito acarajé com pimenta. O ideal é que os depoimentos sejam colhidos ao meio-dia. Protetor solar nemmm pensar. E nos pelos, água oxigenada para alourar o que a natureza fez nascer afroblack. Bizarro? Não, não. Pelo contrário. Tudo muito autêntico e estiloso. Tudo muito feliz. Com um ritmo próprio, uma ordem própria que pode ser vista como algo "horripilante" por qualquer forasteiro. Quem frequenta o Porto aos domingos carrega cores quentes e vibrantes. E é tudo muito exagerado - mulheres de biquines micro, óculos gigantes, de preferência branco; homens parafinados com cortes de cabelo inusitados, de lupas espelhadas. Cordãozinho colorido no pescoço, nos braços, no tornozelo. Imitações de todas as marcas (Gucci, Ray ban...) com farofa. O diretor de fotografia vai se inspirar em Pierre Verger - ele soube como ninguém fotografar os negros de corpo talhado da minha Bahia. A trilha sonora vai ser a que toca no local - Psirico, Harmonia do Samba, Ivete Sangalo... Quero barulho e mudanças de plano preciptadas. Também vamos ter depoimentos de Gil e Caetano - assíduos frequentadores do local na década de 70 -, moradores da redondeza, e vendedores ambulantes - esses também são um show a parte.
Pronto. Tá dito. Se alguém por acaso se apropriar da minha idéia vai ter que se ver comigo pessoalmente e juridicamente.
© 2009 A Repórti

Marcadores:

4 Comentários:

Blogger denis rivera disse...

nem vem não !!!NEM VEM NÃO !!! A idéia É MINHA FAZ TEMPÃO !!! E tenho como provar!!! Se vc prestasse mais atenção nas coisas que falo ... Mas se vc se você continuar dizendo que a idéia é tua e que eu to dizendo que é minha, fazer o quê né? Aliás... vc nem era nascida e Suely Temporal - do Faniquito - fez materaço especial sobre o assunto - Página interia no Jornal ao local.
E nem sei porque ainda perco meu tempo falando contigo! Sua desconsiderada! Maleducada! Antiprofissional! Sem ética! Tomara que tua sogra te odeie! Pior: ela vai te achar gorda!

26.7.09  
Blogger denis rivera disse...

Ô Reporti covarde, vai lá no denisriverablogspot e lê tá fófi? Vc vai gostar. Ou pelo menos tua mãe vai. Ou teu pai. Mas Seo Ari vai, com certeza.

26.7.09  
Anonymous a repórti disse...

Desculpe, foi mal. So sorry. Não tinha visto o teu post

29.7.09  
Blogger denis rivera disse...

Shiiii... com esse negócio de sogra por perto A Repórti até deixou de ser revoltada... Tô gostando!

29.7.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial












A chic é Rosana
Não usa pretinho
pra não dar pinta





Denis
coluna tranqüila
e coração ereto






Tássia
pin up e lambe-lambe
Lambe cria






Dorotéia
só escreve em italic







Paula Bolzan






Nívea Bona
Marca compasso
Vem pro abraço






Marina Victal
Mineira apresenta armas
Espada em punho








Melhores de 2008
Em 2009 eu vou...
Melhores de 2009
Em 2010 eu vou...
Melhores de 2010
Em 2011 eu vou...
Melhores de 2011
Em 2012 eu vou...
Melhores de 2012
Em 2013 eu vou...
Enviado Divino
Meu Primeiro Professor









    I Clichê


    II Clichê


    III Clichê


    IV Clichê


    V Clichê


    VI Clichê




      Assinar
      Postagens [Atom]