domingo, 17 de maio de 2009

NINA ROSA

PERGUNTA E RESPOSTA Algumas vezes a gente precisa aprender a ouvir. E em outras é preciso saber falar. Eu costumo ser boa ouvinte. E com os amigos falo até bem. Tenho uma prima que diz que eu falo sempre "umas coisas tão sérias e bonitas que devia ser psicóloga". Exagero dela, claro. O fato é que falar o que se pensa, na hora certa e da forma certa é mérito de poucos, especialmente em ambiente de trabalho. Mas nada como a experiência pra ensinar. Já tive empregos em que falei demais e emprego em que falei de menos. Hoje ando bem equilibrada. Ao menos aprendendo. Ontem diante de mais um dos absurdos em redação me levantei, respirei fundo, fui até a chefia e deixei claro que não concordava com a tal injustiça. Aliás, da qual fui vítima. Nada demais, coisas de sempre em redação. Quem conhece o meio sabe. Firme, mas elegante. E funcionou. Êta orgulho! E na cerveja mais tarde percebi que preciso dar um jeito de passar essa experiência pro campo do romance. Aliás, no meu caso, pro não-romance. Tentei falar, mas a voz tão segura mais cedo não saiu no buteco. Cheguei em casa e fiquei olhando pra maravilha tecnológica do meu novo celular. Os 10% dele que aprendi a usar são incríveis. Bom, abri uma nova mensagem. Pensei: se eu fosse escrever escreveria o que? Escrevi. Achei interessante a brincadeira de admitir pra mim mesma o que gostaria de dizer. O diabinho do ENVIAR ali, me tentando. Digitei o nome. O ENVIAR lá, me olhando. Fechei os olhos e apertei o botão. Enquanto o desenho do envelope ia se deslocando meu estômago acompanhava o movimento. Vontade de mandar o maldito diabinho buscar o envelope antes que ele chegasse ao seu destino. Diante da impossibilidade, respirei e entreguei pro santo. Aliás, nem santo nem diabo fizeram com que o destinatário me enviasse qualquer resposta. Nem de mensagem, nem de voz, nem de sina l de fumaça. Nem toda experência em falar ou escrever garante resposta imediata e desejável.

Marcadores:

3 Comentários:

Blogger denis rivera disse...

Nina querida, você acaba de passar para o Módulo II - "Ser correta, justa, e educada, não garante o retorno esperado. Dica: faça, mas não crie expectativas."
Quem sabe da próxima vez, vc se embebeda, e se joga em cima do dito na própria mesa do bar? Também não garanto que vá dar certo ... mas que ía ser divertido ía!

17.5.09  
Anonymous Anônimo disse...

o importante é arriscar! bj

21.5.09  
Anonymous Anônimo disse...

aiaiaiaiaia...nada melhor que esse frio na barriga né não? E a resposta interessa sim mas.....fiquei orgulhosa de vc,sobrinha

3.6.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial












A chic é Rosana
Não usa pretinho
pra não dar pinta





Denis
coluna tranqüila
e coração ereto






Tássia
pin up e lambe-lambe
Lambe cria






Dorotéia
só escreve em italic







Paula Bolzan






Nívea Bona
Marca compasso
Vem pro abraço






Marina Victal
Mineira apresenta armas
Espada em punho








Melhores de 2008
Em 2009 eu vou...
Melhores de 2009
Em 2010 eu vou...
Melhores de 2010
Em 2011 eu vou...
Melhores de 2011
Em 2012 eu vou...
Melhores de 2012
Em 2013 eu vou...
Enviado Divino
Meu Primeiro Professor









    I Clichê


    II Clichê


    III Clichê


    IV Clichê


    V Clichê


    VI Clichê




      Assinar
      Postagens [Atom]