quarta-feira, 22 de abril de 2009

DOROTÉIA

Da série as amigas e as histórias ... Tenho amigas que não vejo há tempos. Senti saudade de uma delas. Não é gorda louca, não é magra louca, mas é louca, se é que me entendem. Tinha quase 50 anos quando a conheci. Enxutésima, coisa devidamente cultivada com roupas justas e as saias retas das executivas. O que a denunciava eram os saltos altíssimos - oxê desenvoltura diária naquele salto 7!-, e o batom vermelho que seguia a ousadia nos detalhes coloridos. Adorava usar saias retas de couro preto, e havia uma, inesquecível, em couro rosa pink! Mas o estilo quase perua que mora na capital e louca pela academia, também revelava uma alma solidária e apaixonada. E uma das loucuras dela era o então marido. Foram amantes e nessa época tudo era muy caliente. A fase da paixão em que qualquer lugar é lugar, não importa se a porta não trancasse ou se o pé da mesa quebrasse ou se ficassem sem almoço para estarem juntos. Sempre pensei que ela era toda tentativa de manter acesa essa fogueira, embora o cara da faísca fosse ele - o engenheiro elétrico. Eis que um dia conversa vai, conversa vem o papo do mulherio era a transição da condição de amigo para amante e deste para marido. Segundo ela, o amigo é a fase em que se consegue trocar confidências sentados à mesa da cozinha, em meio a baldes de café ou chimarrão. Quando a cozinha é trocada pela sala, ir para o quarto é um pulinho de nada! E daí a correr pelado pela casa, em pleno inverno, para buscar o vinho na geladeira, é brincadeira de criança feliz. Toda hora é hora para. Dura o tempo de virarem maridos. É quando os fogosos passam a dormir de carpim para não esfriarem os pés, e de camiseta para protegerem o peito - preferencialmente as de malha já surradas e doadas pelas mães. Ar encanado vira um perigo, tem que bloquear o vento frio que passa por debaixo da porta porque eles se tornam altamente vulneráveis às gripes e resfriados, e ainda desenvolvem a teoria de que gelar a bunda pode provocar pneumonia. Eis que essa fase era a do casamento deles depois de 15 anos. Nada que não a fizesse rir, e levar na cama o chá quentinho quando ele espirrava muito. Foi então que ela descobriu ainda existir nele o fogoso de tempos atrás, a correr pelado e bravio no frio... só que agora, na casa da "amiga" dela.

Marcadores:

5 Comentários:

Anonymous a repórti disse...

mas homi é tudo safado mesmo, eu hein! vô te contá......

como é mesmo aquela máxima?
nunca case com um amante. inevitavelmente vc levará o chifre.

23.4.09  
Blogger Carla Arend disse...

puff.

23.4.09  
Blogger Carminha disse...

Ô repórti! Tu tá ultrapassada. Não existe mais essa coisa de homem é... ou tu esqueceu da imensa luta por direitos iguais? Mulher é fiadaputa! É rival desde que nasce. A primeira rival: a própria mãe. Mas te digo, toda mulher tem que ter uma amante na vida. Pelo menos um. No mínimo um. E atire a primeira pedra aquela que nunca cometeu o pecado capital de desejar "O" da próxima bem próximo... coladisso...
Nos meus tempos de magralouca... Ah meus tempos de magralouca ...

23.4.09  
Blogger Ari disse...

Delícia de história kkkkkkkk!!!
A Carminha tá certa... certíssima!

23.4.09  
Blogger MEL disse...

Eita!!!
os casados ainda hão de descobrir uma solução para convivência... talvez eles precisem apenas viajar mais separados e sentirem saudades...
vai saber né...
um dia haverá cura!... rsrs

27.4.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial












A chic é Rosana
Não usa pretinho
pra não dar pinta





Denis
coluna tranqüila
e coração ereto






Tássia
pin up e lambe-lambe
Lambe cria






Dorotéia
só escreve em italic







Paula Bolzan






Nívea Bona
Marca compasso
Vem pro abraço






Marina Victal
Mineira apresenta armas
Espada em punho








Melhores de 2008
Em 2009 eu vou...
Melhores de 2009
Em 2010 eu vou...
Melhores de 2010
Em 2011 eu vou...
Melhores de 2011
Em 2012 eu vou...
Melhores de 2012
Em 2013 eu vou...
Enviado Divino
Meu Primeiro Professor









    I Clichê


    II Clichê


    III Clichê


    IV Clichê


    V Clichê


    VI Clichê




      Assinar
      Postagens [Atom]